sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

[Review] Insanely Twisted Shadow Planet

Controles nas mãos?

Então vamos ao um planeta sombrio cheio de criaturas prontas para te matar em Insanely Twisted Shadow Planet !

Com esse nome que mais para um nome de banda de metal, esse jogo foi lançado para todos na Xbox Live no meio do ano e vem ganhando vários prêmios desde então! Mas aqui como estamos em um blog sobre o desenvolvimento de jogos, vamos focar nessa parte em especial.



Em 2007 a equipe da Shadow Planet Productions lançou para o mundo o primeiro trailer do jogo, nesse trailer que vou deixar aqui.



A equipe de desenvolvimento trabalhou com 3 conceitos: jogabilidade semelhante a metroid, evolução gradativa da sua nave e uma parte gráfica simplista, mas estilosa (eu chego a comparar com o estilo de Patapon). Durante esses anos de desenvolvimento até chegar na versão final, vemos que muita coisa foi criada. Assim como muito foi descartado. Isso é natural no processo de desenvolvimento, muitas idéias são criadas para que no final tenhamos algo que realmente valha a pena. Um exemplo disso é o E.T. presente dentro da sua nave. Para falar a verdade ele nem chega a ser tão importante assim, mas durante o desenvolvimento todos esses personagens aqui foram criados:


Esse foi o que eu mais gostei











Para que no final esse fosse o escolhido:

Reparem que ele é muito parecido com a segunda imagem dos E.Ts

Muitos podem dizer que isso é desperdício de tempo e dinheiro, o que realmente é verdade, mas acreditem que muitas das fases encontradas em grandes jogos partiram disso. Algo que não servia para um determinado jogo, e acabou se encaixado perfeitamente em outro. Quem sabe não podemos encontrar algum desses E.Ts nos próximos jogos dessa desenvolvedora?

Mas voltando ao jogo, ele não é nem um pouco inovador. Tudo o que é apresentado ali, já foi visto. Porem isso não quer dizer que o jogo em si é ruim, longe disso. Temos um gráfico lindo, uma jogabilidade fluida, uma história simples, mas que te leva a querer chegar ao final. Temos uma música da banda, que faz muito bem o seu papel de ambientação. O jogo é bem polido e muito divertido. Resumindo, está aqui a prova que não precisamos inovar sempre para termos bons jogos, basta uma boa idéia e uma equipe competente. Então se você estiver na frente do seu xbox, de uma passada na live e compre esse jogo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário